//
você está lendo...
Fim de Turno

Britsh Airways quer que funcionários trabalhem de graça – todos pela empresa ou o maior assédio moral desta crise

Willie Walsh, presidente da British já anunciou que abrirá mão dos seu salário de julho, módicas 61.000 libras, e exorta os trabalhadores da empresa a fazer o mesmo.

A medida não é de toda inédita, depois que a imprensa mundial,principalmente americana, começou a noticiar que mesmo empresas em falência continuavam a pagar bônus a executivos. Depois que diretores de empresas começarama a ser interpelados pelos trabalhadores em casa ou no trabalho, a visão sobre o board dessas empresas se modificou.

Segundo a IStoé Dinheiro:

Nos últimos dias, alguns colaboradores mais exaltados ameaçaram entrar em greve, caso sejam pressionados a seguir a orientação de Walsh. A empresa diz que uma pesquisa informal detectou que pelo menos mil pessoas estariam dispostas a dar expediente de graça.

Se isso não for uma moderna forma de assédio moral no trabalho, o que mais será.

Anúncios

Discussão

Os comentários estão desativados.

Gotas

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.

agenda

junho 2009
S T Q Q S S D
« maio   jul »
1234567
891011121314
15161718192021
22232425262728
2930  
%d blogueiros gostam disto: